Pages

Sunday, January 27, 2008

Assuntos gerais: as aventuras dos últimos 4 dias

Várias rapidinhas fazem um tópico...

Bem, na quinta o gmail sofreu uma pequena modificação no seu código. Algo invisível se não tiver pelo menos umas duas extensões ou scripts para gmail. QUASE TODAS pararam de funcionar, então fica aí o aviso para quem não procurou saber o que aconteceu: atualize as extensões. Infelizmente algumas ainda estão parcialmente quebradas, mas todas as que eu conheço tiveram algum tipo de atualização. Fica então a pergunta: quando é que o Google vai demonstrar algum respeito aos programadores de módulos e extensões de serviços externos (que eles tanto estimulam ao divulgar o código do serviço) e começarão a notificar essas modificações com algum tempo de antecedência?

Você conhecem o Google Maps in Your Sidebar ? Eu descobri isso hoje, na ocasião do lançamento de outro "sidebar" a do Google Docs (existe uma extensão que está aqui). O que eles fazem é meio óbvio, mas não deixa de ser importante. Especialmente agora que o Google Maps traz informações rodoviárias do Brasil. Já o Google Docs é a melhor forma de compartilhar documentos entre diversos usuários independente do sistema, claro, existe limitações, desde sempre ficarei esperando eles criarem um módulo para editar documentos em latex no Google Docs (Tá rindo ? Me diga: porque não ? É opensource, de fácil implementação, não traria prejuízos as implementações atuais e seria uma grande upgrade na utilização "avançada" do sistema. Fala a verdade, seria ótimo, não ? Por hora dá apenas para pensar em criar uma barulho, quem sabe o Google não lê isso e se empolga ?). De qualquer forma, para quem usa o Google Docs hoje, esteja certo de que esse novo sidebar será útil para alguma coisa, mas observe no link que eu coloquei, ele nasceu com um bug (mas ele tem solução e está escrita no mesmo lugar, a extensão não parece ter bug).

Outra empresa que precisa pensar um pouco mais no usuário é a NVIDIA, ok, ela já faz "muito" (entenda: faz mais do que outras), mas existe um (são vários, mas vamos ficar só com 1 aqui, certo?) problema: as placas que não são nem novas, nem antigas. Parece que é fácil resolver essas questões, certo ? Mas a minha FX5200 sempre esteve no meio termo (nota: a vários tipos de FX5200, a minha é a mais fraquinha). Hoje eu descobri uma quinta forma de instalar os drives: novamente eu precisei reconfigurar arquivos (que tinha sido modificados anteriormente) para instalar os drives do jeito ubuntu de ser, aí funcionou. Bom, mas eu precisei de fazer isso, porque agora eu deixei o KDE de vez e o drive que estava funcionando e instalado antes (mas de outra forma) parou de funcionar no Gnome.

Sim, senhores. Eu larguei o KDE agora estou com o Gnome nas duas máquinas que uso (a minha, em casa, e a da universidade, que a algum tempo estava com o Gnome). Os motivos foram dois: primeiro a descoberta de um software que resolveu meu último e importante problema com o Gnome. Como se isso já não fosse satisfatório, eu descobri outro software que também tem os recursos que eu sempre desejei. Esse último é o XFE (screenshots, download), ele também não atingiu a maturidade que eu desejaria, mas está bem a frente do 4Pane. O XFE é melhor, mas dá mais dor de cabeça para instalar. E o segundo motivo é que eu cansei de ler excelentes dicas de programas e configurações que só se ajustam no Gnome.

Por fim, alguém sabe como o Suse consegue fazer com que o menu do Gnome seja tão organizado quanto no KDE ? Eu cheguei a conclusão de que como mero mortal e usuário eu nunca conseguirei fazer um menu que fique bom em ambos os ambientes. Eu migrei do KDE e ele estava uma zona no Gnome. Então eu organizei (onde está o botão delete no alacarte ? O que eu tenho de entrada duplicada...). Aí eu voltei ao KDE para pegar algumas informações dos programas e ... cade o menu ? Ele era tão organizado e agora está uma zona ! Eu me lembrei que uma das coisas que eu mais gostei do Suse (na minha curta temporada de 4 horas nele) era que os menus estavam compreensíveis nos dois ambientes. Quem sabe um dia consigamos ter uma editor geral de menus que sirva para todos os ambientes: eu sei é um sonho, mas eu não vejo nada tão impossível assim...

4 comments:

  1. Opa Mitre!

    Comentário "off-topic"... como você consegue mater um blogroll tão atualizado?

    ReplyDelete
  2. Fiquei na dúvida; isso foi uma ironia ?

    Se sim, ok! Eu não tenho cuidado muito deles mesmo ... se não, saiba que ele está atualizado por que o sistema funciona melhor do que eu imagino, já que eu realmente não cuido muito deles...

    A questão toda é que o bloglines oferece um serviço (um script) que quando adicionado a página faz com que os links públicos assinado nele sejam exibidos nessa página. Assim tudo que faço é usar o firefox para me inscrever no blog que quero exibir aqui e pronto...

    Para manter é mais fácil ainda, se você usa o bloglines fará isso automaticamente, se não, se visitar sua conta 1 vez a cada mês (eu vejo ele a cada 3 meses) verá um monte de links não lidos. Todos os blogs ativos terão entradas não lidas, os inativos ou terão poucos posts ou não terão nenhum ... aí fica fácil... sacou ?!

    De qualquer forma, no meu caso que deixei o Bloglines pelo Google Reader isso fica um pouco menos dinâmico. Já teve vezes de ficar tempos sem perceber que o link estava inválido...

    Ok!? Eu acho que eu escrevi alguma coisa sobre isso aqui em algum lugar, mas nem eu consegui encontrar ... fica aqui no comentário mesmo ...

    Abraço

    ReplyDelete
  3. Não, não foi ironia! Eu desisti que publicar meu blogroll na página por dois motivos:

    1 - Ele cresce muito mais rápido do que eu desejo!

    2 - Não consigo ter a disciplina de mantê-lo atualizado!

    Também me rendi ao google reader... e foquei com um problemão... tenho dois conjuntos de feeds agora desiguais :-(


    []'s

    ReplyDelete
  4. Para sincronizar as contas eu tive que utilizar um software de terceiro. Eu não como está agora, mas opmls exportados do Google reader não entram direito no bloglines.

    Então eu utilizei um agregador de desktop, unifiquei as listas e coloquei no Google Reader, depois removi o que não cabia publicar (exemplo: feed de jornal) e importei para uma conta zerada do bloglines.

    Agora, toda vez que eu assino um novo blog (algo cada vez mais raro, diga-se de passagem) eu assino nos dois leitores, mas no bloglines eu marco como privado e coloco em um diretório com o prefixo "T_" (de Tempo). Quando eu faço a revisão eu vejo se esse blogs (que acumularão feeds no bloglines) tinham ou não qualidade. Observe que por usar o Google Reader eu já tomei essa decisão a muito tempo, mas não precisei anotar nem ter disciplina de corrigir isso imediatamente no bloglines. Quando eu fizer a minha revisão trimestral eu removo os novos ruins, coloco os bons para publicar e faço a limpeza dos restantes.

    Acredite. Não é necessário disciplina alguma, basta usar o recurso de assinar blogs que o firefox possuí e lembrar das regrinhas acima, o resto flui naturalmente.

    Tente, e depois conte como foi... vai ver que a etapa inicial de mesclar os dois leitores é a pior, depois tudo flui...

    []'s

    ReplyDelete