Pages

Wednesday, October 01, 2008

Bloglines Beta vs Google Reader

Me lembro como se fosse hoje o dia que decidi acompanhar notícias por RSS. Eu fui entusiasmado em busca de uma solução "perfeita" e acabei ficando com o Bloglines. Na época, o Google Reader não existia e eu não queria um leitor de desktop (na época também tinham muitos problemas, pelo menos os de versão linux).

Alguns meses depois o Google Reader surgiu e eu vi um dos piores aplicativos online para leitura de RSS até então disponível. Sim, quem viu lembra. A primeira versão do Google Reader era completamente inútil se você tivesse mais que 50 feeds para ler (a quem diga - eu por exemplo - mais que 1 feed já era problema, mas deixo a polêmica a parte). Então, o Google, que não é bobo, atualizou seu aplicativo para algo muito próximo do que temos hoje. E no caso, algo bem superior em vários pontos que existia então no Bloglines. O Google simplesmente copiou tudo que o Bloglines fazia e acrescentou diversos recursos que todo mundo pedia e o Bloglines nunca implementava. Eis então que a roda gira e os usuários migraram do Bloglines para o Google Reader.

E o Bloglines não morreu. Ele tentou recuperar o crédito inseriu um recurso chamado Playlist (disponível até hoje na versão não beta do bloglines e que tentava competir com a forma de organização do Google Reader). E dizem as más línguas que ele nunca foi superado como o aplicativo mais popular no EUA (questionável, afinal, podem ser contas inativas, eu mesmo nunca deletei minhas 3 contas no bloglines, mas ... outra polêmica que fica para quem quiser).

Havia "um" problema. Toda a crítica feita (vamos dizer: 99 %) pelos blogueiros ou revistas especializadas aponta o Google Reader superior ao Bloglines. O Bloglines ouviu isso e quebrando todos os paradigmas fez a única coisa possível de ser feita em um caso desses. Criou um novo aplicativo do "zero". E o lançou como "Bloglines Beta".

Na ocasião do lançamento, ele parecia um Bloglines melhor, sem muitos recursos ou funções que chamassem a atenção para ele. Hoje, ele é uma cópia do Google Reader, com recursos adicionais e particularidades únicas, mas uma cópia estrutural tal qual o Google fez quando modificou o Google Reader para o visual atual.

Vamos colocar desse ponto. O Bloglines Beta não faz tudo que o Google Reader faz por que é um beta em desenvolvimento com uma "to do list" visível, tipo: vamos acrescentar o suporte a dispositivos móveis (algo ainda não feito enquanto escrevo esse texto, mas que existe na versão não beta do bloglines - dizem que é bom, eu nunca usei.).

A navegação entre os feeds do Bloglines Beta e o Google Reader é exatamente a mesma (com a opção secundária de ler o Bloglines Beta da mesma forma que se lê no Bloglines atual). Estrutura de diretório no Bloglines e Labels no Google Reader. O que significa que o mesmo feed pode estar em dois labels no Google Reader e apenas em um diretório no Bloglines. Para mim é indiferente. De qualquer forma, os itens vão sendo marcados como lidos individualmente no modo padrão de visualização de ambos. Nos dois sistemas também existe o modo de leitura de tópicos. Onde apenas o título é mostrado. E no Bloglines Beta existe um terceiro modo de visualização com 3-painéis que é similar a aplicativos de Desktop e ao Alesti (alguém ainda lembra dele ?). Vantagem para o Bloglines Beta, que permite 3 modos de visualização e cuja o modo é definido por feed ou diretório e não para todo o sistema como é no Google Reader (e existe a opção secundária de no Bloglines Beta de usar os modos de visualização no sistema todo, tal como no Google Reader). Ou seja, você pode querer ver um certo feed/diretório no modo de "3-painéis" e outro no modelo "quick" e outro no modo "full" e o sistema vai lembrar dessa configuração que você fez sempre que abrir aquele feed/ diretório.

O Google Reader permite marcar um artigo em um certo "marcador" e compartilhar essa label marcada como share. O Bloglines permite salvar um um certo artigo em um certo diretório e permite definir esse diretório como público. Portanto, ambos tem uma função similar. Ocorre que naturalmente o Google Reader tem uma integração melhor com o Gmail e possuí um compartilhamento mais sofisticado entre amigos e o Bloglines organizou melhor o lugar onde ficam os feeds salvos.

Embora eu não acredite que o compartilhamento entre amigos do Google Reader possa ser superado, eu diria que em termos práticos, é mais fácil achar material compartilhado no Bloglines. A baixa adesão do compartilhamento entre amigos do Google Reader é o motivo dessa observação. Conheço dezenas de pessoas que usam o Google Reader (sei disso porque estão disponíveis para mim no Google Reader) só 2 delas usam o sistema para compartilhar algo. Assim eu creio que o modelo de compartilhamento impessoal do Bloglines seja mais eficaz.

O Bloglines Beta tem um recurso chamado "My Start Page", lembra o iGoogle, porém, comparado ao iGoogle é muito inferior, sendo superior "apenas" as possibilidades de página inicial do Google Reader (era só isso que ele tinha que ser, então não é para pensar negativo por conta desse "apenas"). De qualquer forma, me parece que ele quer ser uma página inicial "quando crescer".

Em poucas palavras, deixei o Google Reader de lado e voltei para o Bloglines, mas para usar o Bloglines Beta. Ele possuí tudo que eu gosto no Google Reader e melhorou muito a forma de salvar os artigos de interessante (superando o Google Reader nesse ponto). Seu modo diferenciado de visualização também é um atrativo a parte. Há feeds que eu quero ver no modo de 3-painéis, exemplo, notícias de jornal, e outros que eu prefiro ler no modo full, mas o grande ponto é que eu defino o modo de visualização individualmente. Isso é muito bom.

Uma questão interessante é que você usa o Beta ou o Tradicional de acordo com sua vontade. Ou seja, se algo der errado no Beta, você pode viver no Tradicional por algumas horas até alguém corrigir o problema. Outro ponto, é para os paranóicos. Eu, por exemplo, já estou começando a ficar incomodado com a minha dependência do Google. Com a mudança, dos meus 8 principais aplicativos online, "apenas" 5 são do Google.

O lado negativo dessa história é eu retirei os tópicos compartilhados do blog. Não faz sentido manter esse sistema se eu não usar o Google Reader (acho que o Bloglines Beta vai permitir o mesmo recurso em um futuro próximo). Eu vou buscar uma solução alternativa. Pensei em algumas coisas, mas ainda não testei. Quando e se acontecer eu apresento o como eu fiz isso.

Aliás, a estabilidade do Bloglines Beta é aceitável, ou seja, você vai ver algumas coisas esquisitas, mas não vai ter grandes problemas. De qualquer forma é razoável manter um backup atualizado do opml. Nunca se sabe ... nunca se sabe...

Segue algumas imagens do "Bloglines Beta" (tiradas recentemente da conta que eu uso para gerenciar o blogroll ao lado). Clique nas imagens para ampliar.

Primeiro temos o modo full. "Cópia" do estilo difundido pelo Google Reader.
Tal como o modo "quick" também é uma cópia de um estilo difundido pelo Google Reader ("list view")
E de forma diferenciada, tempo o modo de visão em 3 painéis, estilo comum nos leitores de desktop e do Alesti.
Observe também o "My Start Page", muito melhor que página inicial do Google Reader, muito pior (menos recursos) que a maioria das "primeiras páginas" existentes por aí, tipo iGoogle.
E por fim, uma imagem da região onde você gerencia os artigos salvos. Note que eu tenho três diretórios nessa conta. Posso criar quantos eu quiser e eles ficam separados dos feeds. Para ver os itens salvos, pode-se selecionar qualquer um dos modos de visão.

4 comments:

  1. Quantos subníveis de pastas ele permite? Testei a versão normal de ambos e vi que só permitem um subnível.

    Utilizei o lifrea (reader do gnome) por muito tempo por oferecer vários níveis mas a facilidade dos reader on line estimularam a migração.

    ReplyDelete
  2. Opa Mitre!

    Bela resenha!

    Sobre o visualizador de feeds para dispositivos móveis o do bloglines clássico me parecia mais inteligente que o do google reader. Enquanto no google reader você vê todos os seus feeds na versão mobile, no bloglines sómente os que você marcar!

    Ninguém, no mobile, desejará ler todos os feeds assinados! Ao menos eu não desejo!

    Eu fiquei bem tentado a voltar a usar o bloglines beta depois do sua resenha, o problema é que fiz uma misturada danada... tenho feeds que estão num mas não estão o outro :-(

    Teria que parar para dar uma limpada e atualizada!

    ReplyDelete
  3. José Vitor,
    ele permite apenas um único subnível de "pasta".

    Particularmente eu nunca vi um leitor online que permitisse mais de um subnível.

    Para contornar esse problema, eu uso uma regra prática, melhor explicada em um exemplo:

    news
    news.geek
    news.science
    news.films
    news.colunistas

    Nessa lógica, o "news" é o primeiro subnível e news.* são os subníveis de "news"

    Nota: Sim, eu uso as palavras em inglês e em português dependendo da palavra. Um dia eu aprendo a manter uma única língua. Faço isso para evitar os acentos do inglês, mas como pode perceber por "films" deixei virar bagunça.

    O problema do leitor de desktop está (no meu ponto de vista) no fato de que eu acesso meu feeds de vários lugares e com o desktop eu ficaria "preso" a um único lugar.

    Um abraço.

    ReplyDelete
  4. Sérgio,
    pois quando eu disse que o visualizador de feeds para dispositivos móveis era bom, eu pensei em você, que escreveu muito bem sobre ele em algum lugar. Como não achei no seu blog, nem no meu (pensei ser um comentário) eu deixei a frase em aberto...

    Olha, você leu que eu tenho três contas no bloglines ? Pois, agora são quatro.

    Eu simplesmente adicionei mais uma, juntei tudo nela e segui em frente dali...

    Se realmente está interessado, te recomendo criar uma nova conta e importar os feeds do Google Reader, sem se importar com o que está na outra conta do bloglines. Depois ficaria pendente só importar o que for de interesse da outra conta... eu mesmo tenho 4 contas agora e de vez em quando eu descubro uma ou outra conta que eu não tenho assinado em um e não tinha assinado em outra... é possível levar sem problemas...

    Abraço.

    ReplyDelete