Pages

Friday, July 13, 2007

Redirecionando o feed para o feedburner

A partir de ontem eu aderi ao Feedburner de forma mais efetiva. O feed agora é : http://feeds.feedburner.com/jfmitre. Bom, eu já tinha esse feed no feedburner configurado, eu só não o divulgava, deixava como uma opção oculta no blog. Você não precisa fazer "nada", mesmo quem ainda assina o velho atom.xml do velho blogger deve(ria) receber os tópicos da mesma forma de sempre. Trata-se do novo recurso de redirecionamento de feed inserido no Blogger recentemente.

Para fazer a mesma coisa que eu, no painel de configuração, temos (na versão em inglês): Settings > Site Feed, em Post Feed Redirect URL preencha o campo com o nome do feed no feedburner (ou outro serviço, trata-se apenas de um redirecionador). Quando alguém abrir o endereço antigo ele será redirecionado ao já existente feed no feedburner.

Do início do redirecionamento pra cá o meu número de assinantes "tem crescido", na verdade, e os tenho descoberto. A atualização "numérica" é lenta e eu acho que a transição ainda não foi completada, mas os números são extremamente interessantes.

Agora, eu estou um pouco preocupado com o efeito desse redirecionamento. E já que esse é o primeiro post feito sob essa nova estrutura, eu ficaria muito feliz se me informassem eventuais problemas.

De ante mão eu sei que pode haver um problema de posts duplicados no bloglines, esse problema era muito comum e foi um dos motivos que me fizeram sair do bloglines. Ele pode já ter sido corrigido, de qualquer forma, se tiver esse problema, existe uma forma de contornar isso, que pelo menos nesse blog, não trará problemas. Nas configurações do feed, na opção, "Updated Items", selecione "Ignore". Isso impedirá que você veja posts atualizados como se fossem novos (aqueles que eu publiquei de depois de um tempo eu editei), mas também impedirá o tal problema de acontecer.

Eu usava muito essa questão de atualizar um texto já escrito. Devo evitar isso ao máximo a partir de agora, me limitando a correções necessárias. Assim os meus leitores via Bloglines (e sim, eles existem) não perderão nada e poderão contornar com eficiência o problema caso ele ainda exista.

5 comments:

  1. Recebei pelo planeta e está tudo certo.

    ReplyDelete
  2. Migrei para o feedburner assim que mudei para o Blogger, facilita bastante o gerenciamento dos feeds e dá a possibilidade de obter certas estatísticas e oferecer mais recursos aos leitores. Percebi o pode dele quando, temporariamente, retornei ao Wordpress.com, claro, os assinantes não precisaram mover um dedo, bastou redirecionar para o novo endereço do feed. Realmente é bem mais prático.

    Somente agora vi que o Blogger permite alterar o endereço do feed do html através das opções, antes eu fazia isso manualmente. Até que ele não está tão mal assim... =)

    Até mais!

    ReplyDelete
  3. Bruno, isso é novidade.
    Aconteceu no dia (ou no dia anterior, não me lembro ao certo) que eu publiquei esse post.

    []'s

    ReplyDelete
  4. Vou testar no meu. Espero que de certo.

    ReplyDelete