Pages

Sunday, May 11, 2008

Quando a ameaça funciona ...

Ninguém vai acreditar nessa história, mas aí vai.

Tive um problema no meu computador nesse final de semana. Simplesmente nada funcionava direito. Demorei muito pouco tempo para perceber que o problema era o sistema instalado e não hardware.
O pendrive não era reconhecido. O boot estava travando em erros que não faziam sentido. O Gnome soltava uns aviso que até faziam sentido, mas não na versão atual do ubuntu. Depois de perder um dia tentando resolver esse problema, eu pensei, em voz alta. Vou instalar o Debian.

Peguei meus DVDs de instalação, coloquei no drive e dei boot. Quando já ia instalar, eu me lembrei que tinha esquecido de pegar um script de firewall atualizado. Então, cancelei a instalação, e retornei ao sistema. Peguei o arquivo, coloquei em local seguro, quando percebi... "Cadê as mensagens de erro ? Sumiu ?" Pois é, tinha sumido tudo. Nenhuma mensagem de erro no Gnome. Não havia mais erro no boot, o pendrive foi adequadamente reconhecido. Desapareceram todos os erros...

Conclusão: Se tiver um problema realmente estranho, ameace instalar uma outra distro. Pode funcionar. E não ria...

6 comments:

  1. Pode funcionar mas tem hora que não tem jeito.Meu sistema (Ubuntu) por exemplo, me deu uma grande dor de cabeça e não consegui resolver o porque da tecla Fn(função) de uma hora pra outra ficar sempre ativada. Depois de muita pesquisa resolvi instalar o Fedora. Entretanto, tive mais dor de cabeça pois o tap do touchpad não funciona nem com reza brava. Agora resolvi instalar o UbuntuStudio que está bem completo na parte que mais gosto (multimídia). Espero que os problemas acabem se Deus quiser. :)

    ReplyDelete
  2. Parece que os computadores têm sentimentos, isso sim
    Acontece sempre isso, pc do nada dando erro estranho, alguma ameaça de reinstalar e tudo volta ao normal
    Também pode ser a boa e velha memória com mau contato =P

    Alias, aconteceu algo semelhante comigo hoje, só que no windows, eu postei no meu blog (sem querer fazer propaganda ;).

    ReplyDelete
  3. Opa MItre!

    Se fosse Windows ele nem ia ligar... mas como era Debian ele rapidamente se arrumou :-)

    ReplyDelete
  4. Rapaz, quando usava Ubuntu ocorriam coisas semelhantes. Depois de algum tempo casei dessa frescuragem toda e voltei para o meu Debian Etch.
    Quer saber mais, resolvi parar com essa aflição herdada da época do Windows de sempre querer estar com o sistema mais top, etc! Pretendo ficar sempre no Stable, desde agora!

    ReplyDelete
  5. Manoel,
    existe um contraponto interessante dessa sua observação sobre estabilidade. É a necessidade profissional de possuir um sistema com bibliotecas de sistema "versão tal" que não seja encontrado em versões estáveis das distribuições existentes.

    No meu caso, por motivos profissionais, eu preciso de estabilidade para não ter problemas, mas preciso de versões não tão antigas de bibliotecas. A versão Stable do Debian não seria legal para mim.

    A cada dia que passa eu percebo que o OpenSUSE ou o Debian Testing devem ser a distribuições mais indicada para as minhas necessidades (o Fedora também é candidato, mas eu tenho uma certa incompatibilidade pessoal com o Fedora), unindo os dois pontos do que eu necessito. A questão a preguiça e a falta de tempo de remodelar o sistema inteirinho.

    Um abraço.

    ReplyDelete
  6. É até cômico pois dias atrás ao visitar seu blog vi esse post. Na época eu estava a testar o Fedora porque meu Debian não andava a cooperar comigo, porém como passei alguma raiva (muita) com ele no quesito suporte multimídia resolvi voltar ao bom e velho Debian e pra minha surpresa o único problema que me fez mudar foi solucionado automaticamente após nova instalação.

    Pra constar, era o nm-manager, ele simplesmente não me permitia editar as configurações para diversas redes wireless, para conexão no roaming, uma função pra mim muito útil uma vez que me locomovo constantemente e o note precisa ter os perfis salvos pra facilitar a minha vida.

    Após o teste com o Fedora o Debian resolveu funcionar novamente.

    OFF-TOPIC: Engraçado que por mais que eu mude, teste outras, acabo sempre retornando ao velho companheiro de guerra, Debian.

    []s

    ReplyDelete